Como conversar com uma menina no exemplo whatsapp

8 – Ela se esforça para dar uma boa resposta? – como conversar no WhatsApp Dá para perceber se a mulher está interessada ou não quando ela se esforça para dar uma boa resposta. Se você escreve um texto enorme e ela só responde com “Aham”, “É”, “Hum” ou algo do tipo, significa que não há muito interesse. Pensando nisso, elaboramos um Manual básico de Como conversar com uma mina no Whats. Se liga: Use seu melhor português. Antes de entrar no QUE você deve ou não falar para ela no Whats, vamos falar em COMO você deve falar com ela: direito. Pense que o jeito como você escreve é seu marketing pessoal e diz muito sobre o tipo de pessoa que ... Criticar uma Garota Funciona? Outra coisa legal também pra conversar no whatsapp é criticar a garota, é claro que você não vai xingar a menina, você só vai fazer uma crítica leve, em tom de brincadeira. Exemplo: Hey, essa foto não ficou muito legal, mas tem uma no facebook que eu gostei muito. O Whatsapp virou um excelente meio de comunicação para conquistar mulheres mas o problema é que poucos homens sabem tirar vantagem disso.. Depois de muito tempo eu aprendi que existem certos truques e técnicas para conversar com as mulheres que você está afim de sair, e vou explicar aqui nesse artigo como aprendi e te dar umas dicas do que fazer. Como conversar com uma mina no WhatsApp e arrasar. Então já está 1×0 para você, agora tudo é uma questão de administrar o tempo para melhorar esse resultado. E finalizar com um gol de placa, que é fazer ela sair com você para um encontro. Foto do perfil Criticar uma Garota Funciona? Outra coisa legal também pra conversar no whatsapp é criticar a garota, é claro que você não vai xingar a menina, você só vai fazer uma crítica leve, em tom de brincadeira. Exemplo: Hey, essa foto não ficou muito legal, mas tem uma no facebook que eu gostei muito. Como Conversar no Chat com a Pessoa de Quem Você Gosta. Você vê sempre a pessoa de quem gosta online em algum chat - como o do Facebook ou até pelo WhatsApp -, mas tem medo de começar uma conversa? Está preocupado em não dizer a coisa... Como Conversar Com Uma Mina No whatsapp? Você está em uma sala de aula, esperando que o professor comece sua introdução à aula no primeiro dia da faculdade. Quando você está sentado lá, uma menina entra; Ela chama sua atenção. Você pensa consigo mesmo: “Uau! Quem é aquela linda garota? Eu tenho que falar com ela”. Mas como você ... 23 Frases de WhatsApp IMPACTANTES para conversar com mulheres. Como ter atitude com as mulheres. Como seduzir uma mulher com 7 técnicas imbatíveis. 2- Desperte a curiosidade feminina. As mulheres adoram ouvir histórias e se você tem talento para contá-las, pode se dar muito bem no WhatsApp. Principalmente quando usa a curiosidade feminina ... Nós muitas vezes não percebemos, mas para saber como conquistar uma menina pelo whatsapp primeiro é preciso ELIMINAR as mensagens idiotas que mais de 90% dos caras enviam no início de uma conversa. E os 90% não são exagero não, pode ter certeza… Isso acontece porque nós temos alguns vícios na hora de conversar com uma mulher via ...

Não consigo me importar com ninguém

2020.09.22 00:17 maurocaa Não consigo me importar com ninguém

oi, tenho 18 anos. Sempre fui uma pessoa que os outros normalmente gostam de ter por perto, muitas pessoas me chamam pra sair, pra esse tipo de coisa e parecem se importar comigo, no entanto, de uns tempos pra cá o meu número de amigos tem caído, e parece que sempre que eu eu faço uma amizade sólida, o destino prega uma peça em mim e algo da errado, por exemplo, eu tinha um grupo de 3 amigos na faculdade, era demais, as resenhas eram do caralho, os rolês também etc, mas os 3 saíram do curso no final do primeiro semestre, dois mudaram de curso e o outro de estado, enfim, vamos ao problema em si.

Eu comecei a perceber que eu tinha dificuldade de me importar com os outros quando eu tava saindo com uma menina, no primeiro mês foi tudo incrivelmente bem, as nossas saídas eram incríveis, o sexo maravilhoso, as conversas ótimas e tudo mais. No entanto, ela sofre de depressão e ansiedade, toma remédio e tudo, e aconteceu que em um certo dia, ela tava tendo uma crise de ansiedade e eu fiquei em choque, eu não sabia o que fazer. Eu simplesmente travei, não conseguia falar nada, e isso acabou comigo falando coisas do tipo: "você quer que eu faça algo pra você" e etc mas isso parecia não surtir efeito algum.

E a partir desse ponto, as crises começaram a ficar mais e mais frequentes, no entanto, eu no fundo não parecia me importar, mesmo eu querendo ajudar ela, não sei se porque eu não sabia o que eu deveria fazer ou se eu realmente não me importava mesmo, mas a cada crise que ela tinha eu parecia mais e mais não me importar. E eu considerava que eu amava ela, ou pelo menos achava que amava. Eu fazia de tudo para sair com ela, considerando que na época eu não trabalhava, meus pais nunca me deram muito dinheiro e ela morava relativamente longe de mim, mas mesmo assim eu sempre tentei de tudo e dava meu jeito, eu sentia ciúmes e imaginava um bom futuro com ela (mesmo a gente não tendo nada sério).

Resumindo, depois de muitas brigas, idas e vindas, em um dia qualquer quando eu achava que estava tudo bem entre nós, ela me chamou no WhatsApp e começou a falar que eu não me importava com ninguém, que eu não tinha nenhum amigo verdadeiro, que eu era um monstro, que ela fazia de tudo por mim (e realmente, ela sempre me ajudou com as coisas, com meus problemas etc) mas que eu nunca fazia nada por ela e paramos de nos falar de vez.

Depois disso eu comecei a pensar e analisar os meus relacionamentos e comecei a ver o quanto eu cagava pros outros, o quanto eu não conseguia fazer nada perante os problemas das pessoas e como todo mundo sempre me ajudou quando eu tava na merda, e isso tem me deixado muito mal e triste, a ponto de eu ter medo de começar novos relacionamentos seja de amizades ou amorosos por conta disso, porque eu sempre acho que eu vou estragar tudo pelo meu jeito.

Eu realmente quero me importar, quero conseguir ajudar alguém que está triste ou algo assim, da mesma maneira que sempre me ajudaram, mas eu não consigo. Não sinto tristeza pelos outros, ou felicidade também, só consigo pensar em mim. Eu não me considero uma pessoa ruim, mas depois do que ela disse aquelas palavras não saem da minha cabeça, porque eu já fiz ela chorar, ficar triste e outras coisas mas ela sempre esteve ali pra mim, até a gota d'agua acontecer.

E não é a primeira vez que algo assim acontece, parece que sempre que eu tento me relacionar com alguém algo da errado, não sei se isso é tudo uma grande trollagem da vida, mas já teve caso de menina querendo se matar porque tinha ficado comigo, de gente que quase fugiu de casa porque tava saindo comigo, enfim, eu pareço que estrago tudo em que toco.

Mais recentemente, eu comecei a conversar com uma gatinha que eu conheci em uma entrevista de trampo, ela é tão gente boa e parece gostar de falar comigo, mas quando recebemos o resultado da entrevista, na qual eu fui aprovado e ela não, eu só consegui ficar triste pelo fato de que ia ser mais difícil de ter um contato diário com ela, e não pelo fato de que ela precisava muito do emprego, talvez mais do que eu. E agora eu fico com tanto medo de conversar com ela e estragar tudo pelo fato de que eu sei lá, sou eu. Tanto que fiquei uns 5 meses sem falar com ela, e mesmo assim quando eu postei uma foto ela foi lá, comentou e desde então vem puxando assunto comigo direto, e eu me sinto mal porque eu não consigo e nem tenho vontade de iniciar uma conversa com ela, e sinto que isso no fundo vai acabar desgastando a nossa relação, assim como aconteceu com todas as outras pessoas. E olha que essa eu também imagino um futuro, tenho ciúmes e tal, mas eu não consigo fazer nada.

Enfim, esse foi meu desabafo, não se se isso tem haver com alguma insegurança minha (tenho inúmeras, principalmente relacionadas a minha altura e pelo fato de que eu acho que vou ser trocado por alguém mais alto do que eu a qualquer momento, tenho 1.68m) e isso fez com que eu construisse essa barreira ou sei lá o que, mas eu só quero ser normal, me importar com os outros, assim como eu era quando criança. Lembro que minha mãe sempre pedia conselhos para mim, e eu sempre conseguia resolver os problemas dela. Hoje em dia quando ela vem com algum problema parece que sempre eu entrego a solução mais genérica possível ou faço alguma graça, tanto que ela sempre fala que quando eu era menor eu era o melhor conselheiro do mundo, e hoje em dia não.

Desculpa o post longo, sei lá, desabafei.
submitted by maurocaa to desabafos [link] [comments]


2020.07.22 00:22 sonic_star_2 só queria amor verdadeiro bicho :c

sla, nos últimos dois dias eu tava raciocinando aq, refletindo sobre meus namoros e amizades, e sla cara, eu sinto q nunca fui amado de verdade mesmo por alguém, sla. Eu sempre gostei de algumas meninas, mas sempre era rejeitado, nunca dava em nada, e eu via elas gostando de outras pessoas e ficava sla tipo "Poxa, qq eu n tenho q eles tem? ;-;", mas eu nunca me preocupei muito com isso, só q de uns dias pra cá eu venho ficando meio triste por causa disso, ver os meus amigos com suas namoradas e ver q eles tão super felizes juntos, agora pouco mesmo eu vi o status no whatsapp da namorada de um amigo meu dela postando coisa dos dois, e tipo, os dois parecem se gostar muito, e isso é recorrente, não é só com eles, é com tipo, 80% dos meus colegas tlgd. Qnd eu vejo essas coisas eu fico ao mesmo tempo feliz e triste, feliz pq eu adoro amor, eu fico tranquilo e feliz por eles qnd eu vejo q as 2 pessoas se amam e combinam, eu fico feliz vendo meus amigos com as namoradas deles e vendo q a coisa tá fluindo bem, e tal (inclusive com casais de filme de romance eu sinto a msm coisa ;-; Sing Street é o apice até hj ;-;), só q ao msm tempo eu fico triste pq eu nunca achei uma "namorada como a deles", basicamente todos meus relacionamentos foram curtos e/ou uma bosta, só se salva no máximo uns 2, tanto por que não tinha química e tal entre a gnt, ou pq deu merda no namoro q tava indo tão bem (visto meus posts antigos), ou por que a garota não gostava realmente de mim. Sla, vendo tds meus amigos com as namoradas deles que realmente tem carinho por eles, são fofinhas, atenciosas, postam coisa sobre eles, e eu sempre senti falta disso nos meus relacionamentos... Eu só queria uma menina que quando eu tivesse triste chegasse e perguntasse se eu tava bem, uma garota que tem disposição, me chamasse pra fazer as coisas, tivesse o mesmo animo q eu tenho, pq sla, tds meus relacionamentos parece q eu tinha q conquistar a pessoa, inclusive qnd elas msm me pediam (q foram no máximo umas 2 vezes por sinal).
Eu só queria ter alguém que fosse carinhosa, que eu realmente gostasse, e que ela realmente gostasse de mim, que fizesse as mesmas coisas que as namoradas dos meus amigos fazem que eles se sentem especiais, pq eu sempre fui carinhoso com todas elas, mas o contrário eu nunca consegui experimentar, sla, nunca me senti amado de verdade com ngm. Meus pais falam q do jeito q eu sou bonito eu posso escolher qm eu quiser, mas eu sei q n é assim q funciona as coisas, pra mim é super difícil arranjar alguém... Inclusive uns 4 dias atrás eu conversei sobre me sentir meio estranho por esses dias, e ela falou q provavelmente é falta de alguém que gosta de mim, falta de uma namoradinha pra conversar e tal, lá no fundo até ela sabe vei q eu n consigo ngm ;-; e ninguém nunca gostou realmente de mim, tds estavam interessados em outras pessoas e tal, eu to chorando, desculpa, eu só queria alguém que me visse como especial, eu só queria completar a vida de alguém, igual os meus amigos, eu queria alguém que fizesse tanto por mim quanto eu faço pra ela, ou inclusive mais, sla, eu to falando com umas pessoas diferentes e tal, mas fica num chove-não-molha e sla, parece q se eu for ficar com alguma delas vai ser a msm coisa, Eu q vou ter q conquistar elas pra dps ficar nisso de sla, eu ter q agradar e dps de um tempo td acabar e ver q n era amor de verdade e tal. Só queria alguém q sla, n sou só eu que preciso ficar mandando coisa, inventando assunto, fazendo carinho, enquanto ela só recebe, eu queria uma namorada igual dos meus amigos, que é tão carinhosa quanto eles, e dá pra ver, eles n tem vergonha de andar de mão dada em público por exemplo, nem de assumir que se amam. A vontade que dá é de só desistir, apagar todos os meus contatos que eu to falando agora e só sumir, parar de tentar, meus amigos mais proximos pelo menos são quem deixa minha sanidade no chão, e enquanto eu tiver eles eu sei q eu vou ter um porto seguro, isso as vzs me leva a pensar q qnd eu to com eles eu não preciso de mais ninguém, eu me sinto completo com eles, eu sei que eles são meus amigos, mas sla, se eles fossem pessoas q eu gostasse, e compartilhassem do msm sentimento q o meu, e fossem garotas (pq eu sou hétero), seria a coisa mais perfeita do mundo. Por esses dias inclusive eu entrei no omegle de noite e uma garota gaúcha de 17 anos tava mt triste com o namorado dela pq ela desconfiava q tava sendo traida, e q ele tratava ela meio mal, até o ponto que ela me perguntou "Mano, me explica por favor, por que vocês, homens, não gostam de meninas chiclete? que perguntam como você tá, que pensam em ti toda hora e estão apaixonadas? meu namorado ameaça me deixar por isso", a única coisa que passou na minha cabeça na hora foi "COMO QUE UM FDP DESSES FAZ ISSO COM UMA MENINA SUPER GENTE FINA COMO ELA? KRL, TUDO ISSO Q ELA FALOU Q ELE ODIAVA É TUDO Q EU MAIS QUERIA, PQP". Aiai, vou pegar um lenço pra limpar minhas lágrimas ;-
submitted by sonic_star_2 to desabafos [link] [comments]


2020.06.21 02:28 mamamarquinhos Relacionamento tóxico (fui o babaca da história?)

Olá Luba, editores e possível convidado. Hoje vou contar uma história sobre um relacionamento que terminei recentemente e queria uma opinião.
Deixando bem claro logo de início que darei vários detalhes, então certamente vai ficar beeem longo.
Bom, tudo começou em março, conheci uma menina no colégio, papo vai papo vem e decidimos começar a ficar. Ela me passava uma visão muito perfeita dela, que ela era atenciosa, carinhosa, que me respeitaria, era fiel, resumindo, uma pessoa ótima pra namorar. Então, nos conhecendo a apenas um mês decidimos tentar levar mais além o relacionamento, eu pretendia a pedir em namoro mas teve a quarentena, e como não ia pedir a guria em namoro pelo WhatsApp decidi esperar a quarentena terminar.
Mas, aí que está o problema, após o início da quarentena parecia que eu estava me relacionando com outra pessoa, ela era grossa comigo, me tratava mal, me desrespeitava muito, mesmo comigo dava espaço para outras pessoas darem em cima dela, enfim, era outro ser. Eu pensei que tudo que estava acontecendo era por conta da quarentena, que tá todo mundo muito doido e que ela estava tendo uns problemas, então relevei por muito tempo, mas começaram a acontecer umas coisas que não consegui suportar quieto.
Quando começou a quarentena a gente começou a conversar muito mais, só que tinha um problema nisso, ela SEMPRE falava de coisas do passado dela. Ex: “Eu amava quando meu ex fazia isso” “Quando eu estava pegando tal cara” “Teve uma vez que fizeram tal coisa comigo” e é complicado ouvir esse tipo de coisa, primeiro pq não tem sentido nenhum eu saber histórias de ex peguetes dela, e segundo que eu tenho problemas de autoestima (ela sabe disso), então eu começava a me comparar muito com esses caras, e isso só piorava minha situação.
Outra coisa que acontecia muito, era cortes de clima. Por exemplo, teve uma vez que estávamos falando “coisas inadequadas” um com o outro, e ela começou a falar da minha ex, ou começava a falar das coisas que estávamos falando, mas dizendo que já fez com outros caras. Meio que é o mesmo problema de cima, mas enfim.
Mais outra coisa, ela tinha me passado a conta do Instagram dela, algo que eu nunca quis mas ela insistiu bastante, então acabei colocando. Eu realmente não sei qual era a intenção dela com isso, mas eu só passei estresse, toda hora era um cara dando frete nela e ela dava espaço para eles fazendo isso, e como sou muito inseguro e ansioso acabei vendo algumas conversas dela, algo que não me orgulho, e acabei vendo muita coisa que não queria, e descobrindo que ela mentiu pra mim (um exemplo de mentira foi que ela tinha me dito que nunca mandou nudes pra alguém, e quando eu abri a conversa dela com um cara aleatório só vi coisas que me provaram o contrário), então acabamos discutindo por conta disso e etc.
Outro problema é que por conta disso eu sentia muito ciúmes dela, e acabava ficando muito inseguro dela acabar me traindo e etc, pq ela não me passava segurança disso, eu sempre dei meu máximo para ela se sentir bem, se sentir segura, não precisar pensar que um dia eu trairia ela, mas isso nunca foi recíproco, muito pelo contrário, ela amava me provocar, me deixar irritado, mexer com minhas inseguranças e com minha ansiedade, e tinham os acontecimentos do insta. (Um exemplo de mexer com minha ansiedade. Ela sabe que eu sou bastante ansioso, e numa certa noite ela me mandou a seguinte mensagem no WhatsApp: - Marcos, precisamos conversar sério. - Tudo bem. Aconteceu algo? - Vou dormir agora, amanha conversamos.
E como eu disse, sou bastante ansioso, e eu acabei passando a noite em claro pensando no que poderia ser, e acabou que não era nada de importante, ela só falou que me amava.
Mas só estou apontando os erros dela, vou apontar os meus também.
Certo dia ela me chamou no WhatsApp falando o seguinte (Não tenho print da conversa mas vou tentar ilustrar o que houve):
Daí por diante foi somente ela se contradizendo e etc. Nesse dia eu terminei com ela, pq fiquei bastante irritado com o fato dela estar comigo e querer outras pessoas, infelizmente sou o tipo de pessoa que não consigo controlar minhas ações quando estou irritado, então acabei falando bastante besteira pra ela, eu liguei pra ela, discutimos muito e terminei a ligação falando isso: “Quer pegar homem? Pegue. Quer pegar menina? Pegue. Quer pegar na ro** de Carls (vou explicar essa situação também) pegue. Você está solteira.” E desliguei.
Eu me arrependo de ter dito isso pq acabei sendo estupido, e após isso eu postei dois status falando coisas do tipo: “Obrigado por: Mexer com minha insegurança Acabar com minha saúde mental Piorar mais ainda minha autoestima” Basicamente falando coisas que aconteceram. Eu me arrependo disso também, que mesmo somente falando o que aconteceu, mesmo sem mentir, acabei expondo ela, e não acho isso certo.
Sobre a situação que citei, vou tentar resumir, basicamente um amigo meu me contou que ela brincou de pegar no penis dele mas ela pegou com malícia, mas quando fui falar com ela ela disse que só fingiu que iria pegar mas pegou na coxa dele. Ao meu ver, mesmo sem supostamente ter pego, não é o tipo de brincadeira que se faça estando comprometido. Então me irritei muito e quase terminei com ela na época.
Bom, voltando. Depois de terminar com ela, eu fiquei muuuito mal e comecei a deixar de lado tudo se ruim que já tinha acontecido e só passei a ver o “lado bom”, que era as coisas que aconteciam durante as aulas presenciais, então acabei voltando com ela. Depois de duas horas que eu tinha pedido pra voltar com ela, ela simplesmente disse isso pra mim durante uma ligação: “Se eu tivesse vergonha na minha cara eu dava um não pra você, você tem muita sorte de me ter, terá que batalhar muito, mudar e talvez me reconquistar”
E assim, eu achei isso muita mancada, pq eu tava ali tentando fazer dar certo e etc, e ela me larga uma dessa... enfim. Eu não fiz nada na hora, somente dei uma desculpa e desliguei a chamada.
Enfim, eu penso que de certa forma eu posso ter tornado o relacionamento tóxico, pq acabei sendo muito ciumento e talvez controlador, pq eu acabava cobrando muito dela, pq ela não me tratava bem, dava espaço para as outras pessoas darem frete e etc. então eu cobrava muito coisas que eram para acontecer naturalmente, e isso acabava desgastando o relacionamento, não sei se eu acabei estragando o relacionamento, não sei se era para eu ter me estressado menos e etc. enfim.
PS: dias depois que ela falou aquilo sobre dar um não na minha cara, decidimos terminar. E também tem muito mais coisa, mas eu tentei resumir ao máximo para não ficar cansativo.
Afinal, eu fui o babaca da história?
submitted by mamamarquinhos to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 21:50 Nanikka_03 Eu fui babaca por ter trocado meu relacionamento de 6 meses por uma paixão?

Oi, Luba! Sou sua fã e amo quando você faz colab com o Jean porque eu amo ele. Então, faz mais colabs com ele, please!
Vamos para a longa história.
Eu namorei um menino e a gente terminou 3x. Na primeira vez, eu terminei porque os meus sentimentos por ele começaram a esfriar. E eu tenho certeza que foi porque comecei a gostar de uma amiga.
Eu sentia algo muito forte por ela, sempre queria estar com ela e morria de ciúmes dela com os ficantes dela. Fiz muita coisa por ela, escrevi textos, músicas, poemas (eu só não tinha vontade de ficar com ela, o que fazia tudo ficar muito confuso na minha cabeça). Eu cheguei a chorar várias vezes por querer que ela parasse de ficar com outras pessoas já que ela sabia que eu gostava dela, pois eu tinha dito pra ela, e ela tinha me dito que sentia o mesmo! Mas ficava fingindo que essa conversa de a gente se gostar nunca tinha existido! E, ao mesmo tempo, ficava dando em cima de mim e se declarando pra mim de forma indireta, como, por exemplo, mandava trechos de música que tinha tudo a ver com a gente e dizia "gostei dessa música", aleatoriamente, ou, ainda, dizer que tinha curiosidade em me beijar e dizia que segurava as vontades loucas dela quando estava perto de mim. Era como se eu fosse apenas um ponto fixo pra onde ela podia voltar quando um dos rôles dela desse errado (ela falava de todas as paixonintes dela pra mim, toda apaixonada, e aquilo doía muito). Eu fui muito trouxa. rs
E isso tudo acontecendo durante meu namoro e o NOIVADO dela.
Eu não terminei de imediato com meu ex porque não queria aceitar a possibilidade de estar gostando de uma menina e tinha uma mentalidade totalmente diferente da de hoje. Eu continuei com ele por um bom tempo ainda (mais de um ano), porque eu achava que ia passar, que era coisa da minha cabeça, fora toda a pressão da minha família, da dele e da sociedade inteira (homofobia). Ele é um menino muito bom e todo mundo elogiava muito a gente, éramos "perfeitos" (e, por ser meu primeiro namoro, eu pensava que nunca ia encontrar alguém como ele. O que era muito bobo. Pesar que é melhor ficar com alguém que você não gosta, mentir pra si mesma e pros outros só pra ficar na zona de conforto... é bobeira).
Depois de 2 anos e sete meses namorando com ele, eu resolvi terminar, não podia mais enganar ele e me enganar daquele jeito. Mas ele não desistiu e ficou muito no meu pé, fazendo de tudo pra gente voltar. Falava comigo todos os dias, me chamava pra sair, pra lanchar, assistir filmes, etc. Eu ia, porque a gente tinha combinado ainda ser amigos (mas é claro que ele não ia sentir só amizade por mim, ele ainda gostava muito de mim e foram 2 anos fazendo planos).
Detalhe: Ele perguntou que caso ele me pedisse pra eu esperar por ele (não ficar com ninguém) se eu esperava, e eu disse que esperava. E eu realmente não fiquei com ninguém (não consigo ficar com alguém só por ficar, tenho que criar algum laço com a pessoa, então, foi fácil pra mim não ficar com ninguém. Nunca me preocupei com essas coisas e ainda não me preocupo. Se eu estiver solteira, topper, "deboas"). Porém, na primeira oportunidade que ele teve, ficou com uma menina. kkkkk
Ai ai... Sofro
Voltando...
No dia seguinte ao término, eu resolvi me afastar, também, dessa minha amiga. Ela chorou e tals. Eu fiquei mal... Mas logo me aproximei dela novamente, eu não conseguia ficar longe porque ela precisava de mim, ela dizia que se sentia bem comigo e me contava a maioria das coisas, 99%. E eu pensava que tinha que engolir meus sentimentos por ela e continuar do lado dela porque era isso que eu, como melhor amiga dela, deveria fazer (pensei). Continuei sofrendo e sendo trouxa por um tempo. Mas, depois de um mês do término, resolvi voltar com meu ex. kkkkkkk (essa minha amiga, por quem estava apaixonada, me disse pra não voltar, mas ignorei. Podia ser apenas ciúme de mim com meu namorado. Sim, ela tinha)
Pra que...
Eu ainda gostava da minha amiga e, depois de um mês, eu terminei com ele de novo. E, aqui, eu reconheço que fui a babaca da história: eu estava brigando com ele (tinha me irritado com ele e nem lembro o motivo) por whatsapp e falei coisas como: "Eu só queria que você me deixasse em paz", "Eu só fiquei com você por pena"(tipo, só tinha voltado com ele por pena).
É... eu fui muito escrota...
E foi assim que a gente terminou. Ele me pediu para bloquear ele e tals, eu fiz... a gente passou uns 6 meses sem se falar. Depois desse término, eu ainda continuei minha amizade com essa amiga e só depois de uns meses, resolvi me afastar dela real oficial. Ela ficou muuito mal, mas eu fui firme na minha decisão e consegui resignificar ela.
Depois de uns dois meses que eu parei de gostar dela, veio uma "vontade" muito grande de voltar com meu ex (que nesse meio tempo já tinha ficado com outras meninas e até namorado uma delas. E eu, fiquei com um menino. Mas nem gostei e nem queria. Foi meio que... "roubado"). E eu fui atrás dele, fiz de tudo, até melhorei várias coisas (eu era meio seca e desatenta a coisas simples do dia). Só que ele estava muito magoado e ainda tinha medo. Pra melhorar, ele estava conversando com uma amiga virtual minha e ela estava caidinha por ele. Eu deixei pra lá. E sofri muito. Passei 3 dias sem comer direito e só fazia chorar. Até que, um dia, ele soube e me chamou pra conversar. Eu fui.
Dentre várias coisas, ele disse que não era pra eu desistir porque ele sabia que eu conseguiria fazer ele voltar a sentir o mesmo por mim. E eu me enchi de esperanças naquele momento, fiquei muito feliz. Só que a menina com quem ele estava conversando, minha amiga virtual, veio falar comigo pra eu desistir dele, que ele estava apaixonada por ela e tals e um monte de coisa. Eu falei pra ela que eu gostava dele de verdade e que não ia cometer o mesmo erro, e que tinha sido justamente ele que tinha dito pra eu não desistir dele. Ele falou isso enquanto me abraçava.
Sei que ela falou com uma amiga dela, que estudava no mesmo Campus que ele e essa amiga começou a encher a cabeça dele com coisas. Dizer que eu era possessiva, que ia fazer de novo, que eu só estava querendo ele de volta porque queria sentir ele nas minhas mãos, etc, etc, etc. E eu fiquei pistola, porque eu realmente tinha mudado.
Ele me mandou o print dessa conversa e eu pude me defender. Depois de um mês da gente ficando, ele me pediu em namoro de novo. Agora, a bomba. kkkkkkk Eu descobri (bem depois, quando a gente já tinha terminado) que, umas semanas antes do dia dos namorados, ele tinha tentado beijar uma menina do Campus dele e que dava em cima dela. O que eu descobri antes disso foi que ele me traiu com a amiga da minha amiga virtual. É. Aquela que botou pilha pra ele não voltar comigo, que falou que eu era possessiva.
Foi a segunda pior decepção da minha vida. Eu confiava muito nele. Porque ele realmente me fazia se sentir segura. Ele falava coisas sobre traição que me fazia pensar "que sorte a minha por ter encontrado, logo de primeira, um menino de ouro desse". E eu tinha ralado muito pra conseguir a confiança dele de volta... eu estava tão feliz com ele...
Depois disso eu fiquei péssima e chorava até com o vento. A história ficou muito longa e ainda tem continuação, se você quiser que eu conte, deixa nos comentários.
Beijo, galera! 😘😜
Ps: Desculpe pelo título paia, não sou muito criativa. Não foi bem uma troca... eu não terminei com ele assim que percebi o que estava sentindo por ela. E, na verdade, eu não ia contar essa história, ia contar o que virá a ser a continuação dessa. XD
É que eu resolvi falar tudo do começo, pra vocês entenderem melhor. Pensei que poderia mudar o título depois. Ou seja, esse título já dá uma pista sobre a continuação
submitted by Nanikka_03 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.27 15:35 sonic_star_2 Eu queria que as pessoas acreditassem em mim, vissem que eu mudei e mudo a cada dia, mas ninguém parece enxergar

Eae pessoal, tudo bem? eu venho procurado um sub de desabafo e acabei achando esse, e aqui espero que as pessoas me entendam e q eu me sinta melhor compartilhando minhas agonias, essa é minha primeira postagem, então se eu fizer alguma coisa errada me desculpem. Dsclp tbm se ficar meio grande
Bom, a umas semanas atrás eu terminei com a minha "namorada" (A gente n era "namorado", a gnt se gostava e ficava e tal, era tipo namoro mas ela sempre disse q tava mais pra um "a gnt se ama, mas n é nada sério e tal") e eu não tava conseguindo aceitar que tudo tinha acabado, eu amava ela demais e ver ela gostando e postando coisas sobre outra pessoa tinha me deixado meio pra baixo e frequentemente eu passei a conversar com ela sobre como eu tava me sentindo, enfim, passou um tempo e semana passada eu falei com ela de novo sobre a gnt e tal, e no fim da conversa ela falou que ela realmente não sabia mais o que falar, q a gnt já tinha conversado sobre isso e se fosse pra falar comigo sobre esse assunto iam ser as msm coisas, q é algo que não é saudavel pra nenhum dos dois, pq eu to gostando de outra pessoa e vc fica chateado me vendo com outro, então se fosse pra continuar com essa conversa ela ia só me ignorar e voltar a fazer as coisas dela. Na hora eu vi que eu tinha feito merda por n ter aceitado aquilo, e eu tive um flashback e pedi desculpas, que eu não queria que ela tivesse se sentindo assustada por que eu sempre fui um cara de boa com todo mundo e nessa vez até eu me surpreendi pq aquele cara não era eu, eu sempre sou delicado com as palavras e sempre procuro entender todos os lados, mas dessa vez foi diferente...
Eu pedi desculpas logo em seguida e falei q eu nunca pretendi ser rude com ela, ou sla, fazer ela ficar desconfortável, ela é uma pessoa super importante pra mim pra eu fazer algo do tipo, visto q eu sempre me preocupei com o bem estar dela, ela falou "Eh, okay, então eu vou voltar a fazer minhas coisas aqui, boa noite :/" e eu fiquei mt chateado, eu tentei chamar ela depois mas ela n me respondia, eu mande umas músicas pra ela ouvir e falei que eu ia mudar de verdade, e só depois de várias horas ela falou: "BLZ blz, tudo bem, eu só quero relaxar agora" e sla, parecia q tava tudo bem. No dia seguinte eu conversei sobre tudo isso com minha mãe (pq eu e minha mãe temos uma relação mt próxima, eu conto tudo que acontece pros meus pais, eu n tenho nenhum preconceito falando com eles), e ela me falou que as pessoas vem e vão na sua vida, então que não era pra levar muito a sério, e teve mais coisa q eu n vou escrever aqui se não vai ficar gigante, mas ela falou no geral q ia ficar tudo bem e tal, que n era pra eu me apegar mt a essas coisas pq as pessoas vem e vão, tudo na vida é passageiro e são ciclos, e acho que por isso ter saido da boca da pessoa que eu mais admiro nesse mundo me tocou de um jeito diferente, eu botei na minha cabeça que tudo passa e sla, era provavelmente uma dor passageira, enfim, as palavras dela com as da minha mãe meio que me fizeram acordar, eu me senti realmente mudado depois de conversar com ela, ent liguei pro meu amigo que mora no meu prédio pra conversar sobre isso, quando alguns momentos antes da gnt se ligar a minha "ex" me chamou, perguntando se tava tudo bem comigo, e eu falei que sim, e que tinha escrito um texto de desculpas e tal, que eu realmente tava me sentindo mudado, de verdade, eu tava ficando de boa comigo mesmo depois de ser "acolhido" pela minha mãe, e falei que a dura que ela me deu provavelmente foi boa pra eu acordar, se não eu taria me doendo até agora, sabe? Que eu tava conseguindo me distrair melhor com meus amigos e tal, que as coisas tavam fluindo bem pra mim, eu não sentia o mesmo, parece que tudo realmente se "concluiu", sem remorso. Ela também pediu desculpas pelo dia e tal, e ai a gnt conversou um pouco e parecia tar tudo certo.
Eu entrei pra conversar com meu amigo e ai dps de várias horas conversando e nos divertindo eu entrei pra falar com ela e eu vi que ela tinha me bloqueado nas redes sociais q a gnt usa, menos no Whatsapp e no Instagram (q é por onde a gnt se fala geralmente, mas no Instagram ela privou o perfil e me tirou dos seguidores), e eu fiquei meio "Putz vei", na hora eu fiquei meio chateado pra falar a verdade, mas eu entendi e n me senti mt chateado e tal, eu meio q aceitei na minha cabeça que as coisas da vida são ciclos, e que tem gente que vem e vai, nosso relacionamento tava sendo e foi igualzinho ao do filme 500 Dias Com Ela, sem tirar nem por, foi quase 100% fiel sabe? Passou uns dias da gnt conversando um pouco (tamo conversando bem menos, sla, acho q eu n sinto mais necessidade de vir com coisas novas td hora, apesar de eu gostar mt de falar com ela eu converso com ela quando realmente quiser, não falar algo só pra não deixar a conversa morta sabe?) e eu resolvi perguntar se ela ainda tava chateada comigo, pq eu vi que eu tava bloqueado e tal, e ela falou que tipo, eu fui meio estúpido e "assustador" naquela hora, e que ela falou com uns amigos dela (Inclusive um deles q é um talarico """amigo""" meu q no começo da relação tentou ficar com ela sabendo q eu gostava dela só pq sim, ele é assim com tds as meninas q eu gosto, ele dá algum jeito de descobrir com quem eu to conversando e se meter na vida delas, só que dessa vez eu briguei com ele pq eu me cansei de ele roubar toda santa vez minhas namoradas, e dessa vez deu certo pq ela viu q ele era meio tóxico e falou q n ia ficar com ele, eles só voltaram a se falar no meio desse mês pq eles são amigos {por mais q ele seja meio idiota} e pq ele falou que sentia saudades de conversar com ela e tal depois dele postar uns poemas em homenagem a ela, mas eles nem conversam tanto). Esse cara falou pra ela coisas tipo: "Olha as coisas que ele manda pra vc, que ele posta, ele tá doente por você caralho, só vc n ta vendo", e ela me disse que isso aliado as coisas que outros amigos dela falaram sobre a nossa conversa fez ela ver e sla, me bloquear, pq isso já aconteceu com umas outras pessoas que gostavam dela e ela teve que bloquear pq tava malucas por ela, e ela não queria que isso acontecesse comigo.
Na hora eu falei que eu realmente tava mudado (o que eu realmente to) mas que entendia 100% se ela não quisesse me desbloquear, e ai ela falou q ia esperar esses "ânimos" passarem pra ela me desbloquear, até pq os amigos dela ficaram meio preocupados com ela e tal. Desde antes de ontem eu tentei falar com ela normalmente como sempre, mandando meme e conversando sobre a vida e tal, mas ela tava me ignorando (até ai de boa, pq ela faz isso e mts amigos meus tbm, ent de boa com isso, é meio chato qnd isso acontece mas de boa, sem problema algum) mas dessas vezes eu queria conversar com ela pq eu gosto de falar com ela (Eu to chamando ela bem menos, mas de vez em quando eu gosto de conversar com ela pq eu amo falar com ela, ela me entende e com ela eu consigo ser aberto sobre tudo, é incrível falar com ela), mas ela tava ignorando minhas mensagens chamando e tal.
De novo, não é algo que me deixa triste pq ela e mts amigos meus fazem isso, ent de boa até ai, só fiquei meio chateado por que eu vi que ela tinha postado coisa no perfil dela e curtido uns posts de amigos, então acho que ela não queria conversar comigo. Eu quero q ela veja q tá tudo bem comigo, q eu realmente não preciso dela e que eu finalmente entrei em conciliação comigo mesmo e que eu to partindo pra outra, mas q eu só n quero parar de falar com ela pq ela é importante pra mim, q na hora eu perdi a cabeça e ta tudo bem agr, mas parece q as pessoas n tão vendo com os mesmos olhos q eu. E agora entra o título do post, eu tive um certo pensamento depois disso pq sla, eu sinto que comigo as pessoas não conseguem acreditar q eu mudei, ou que as pessoas assumem coisas sobre mim sem saber, eu n sei explicar.
Um exemplo: eu fiz por esses dias um teste pro meu colégio sobre espectro político (n sei se vou ser julgado por opniões políticas aqui kkkkk, mas foca na história), e tipo, meus ideias sempre foram Liberalistas, liberdade de indivíduo, livre mercado, etc. Só que quando eu fiz o teste deu que eu era de Centro (eu não tinha entendido algumas questões direito e admito que acabei respondendo algumas de forma errada, tanto que mais pra frente eu refiz o teste e deu dessa 2ª vez q eu era liberal), eu mandei a foto pro pessoal e a primeira coisa que eles apontaram foi "Caracas, o Matheus é o que teve maior porcentagem de autoritarismo", por isso eu falei q o teste tinha dado meio errado, pq eu como liberalista prezo sempre pela liberdade individual de cada pessoa. Eu falei q isso dai tava meio errado pq eu era liberal e eles falaram "iiiiii ó o cara vindo com desculpinha" e ai entra o negócio que me deixa mais triste, parecem q sla, n vêem que as pessoas mudam. Por mais que eu já tenha apoiado uma visão mais autoritarista, eu mudei, minhas opniões mudam ao longo do tempo, mas por mais q eu tente me justificar, eles ainda não veem nos meus modos q eu mudei
Eu n sou o mesmo de 1 ou 2 anos atrás, 1 ou 2 dias atrás, 1 ou 2 segundos atrás, as pessoas estão sempre em constate mudança, igual diz Heráclito: "Não se pode tomar banho duas vezes no mesmo rio", Tudo flui. Na próxima vez que me banhar no rio, nem o rio será o mesmo, nem nós seremos os mesmos, mas parece q as pessoas n veem isso.
Eu refiz o teste, deu liberal dessa 2ª vez, deu muito mais liberal do que autoritário e eu tentei me justificar, dizendo que eu não tinha entendido algumas questões e tal (o que é verdade), só q essa merda de opinião ainda fica na cabeça das pessoas "Quem tenta se justificar é pq ta com medo de ser aquilo mesmo q chamam ele", ai eu falei com eles e tal, mas é isso q eu to falando, n só nesse caso pq agr com o da minha amiga tá dando pra ver isso acontecendo: Eu tenho certa apreensão, n é nem medo pq eu meio q ja aceitei q se ela sair da minha vida tudo bem, é a apreensão de q sla, ela tenha uma imagem errada sobre mim e n consiga ver q eu realmente mudei, e quanto mais eu tento me justificar parece q para as pessoas essa "impressão errada" q elas tem fica só mais aparente :(
É tipo: Deu q eu sou autoritário ali no teste, por mais q eu tente provar q eu n sou e prezo pela liberdade, as pessoas vão falar "Iiiiiiii, se ta falando de mais é por q ta com medo de assumir" só q mano n é nada disso, e eu n sei fzr com q as pessoas entendam isso, ngm sabe o que ta na minha cabeça, mas quanto mais eu tento me mostrar transparente eles sla, ignoram, n sei explicar velho, isso é mt chato pq eu posso ser 100% honesto com os meus amigos q eles n veem q eu mudei. Com a minha amiga eu sei que eu sempre pude falar com ela sobre tudo e sempre fui 100% honesto com ela, e ela sempre pareceu me entender, só q agora parece q sla, eu to com medo dela ficar igual meus amigos, pensar q eu só to falando q ta tudo bem de verdade e pra ela n me odiar e parar de falar comigo. O problema é q sla, mesmo eu falando q tá tudo certo de verdade, ninguém parece acreditar, é foda, eu queria q as pessoas vissem pra mim e falassem "Ó cara, eu reamente acredito q tu mudou", mas n é o q acontece. Eu to realmente 100% de boa com ela, apesar de eu estar chateado pq ela ainda n me desbloqueou e me ignorar de vez em quando, mas eu quero acreditar q isso vai vir com o tempo, eu só fico meio sla, triste pq eu me mostro transparente com as pessoas e elas falam "Po, vc n é assim n kkkkkkkk". CARALHO VELHO, ELAS TÃO NA MINHA CABEÇA POR ACASO PRA SABER COMO EU TO? PRA FALAR COMO EU SOU? ELAS SABEM MAIS DE MIM DO QUE EU MESMO PORRA? NÃO!
Então eu acho q as pessoas tinham q sla, começar a ver o mundo do mesmo jeito q eu passei a aceitar e acreditar mais nas pessoas depois de um tempo (sla, por mais q aquele meu amigo talarico por exemplo tenha se desculpado comigo, eu sei q de verdade ele ainda tá puto pq n deu certo ele roubar minha namorada dessa vez e quer me fuder {ele fala mt merda de mim pra ela, sempre falou na verdade, e justamente por isso ela deixou de falar com ele por um tempo}, mas mesmo assim eu n vou insistir e ficar debatendo, se ele disse q realmente mudou mas n mudou, ele só vai estar mentindo pra si mesmo, fazer os outros acreditarem que ele é legal pra depois quebrarem a cara, sabe? Ou sla, outras coisas q acontecem q eu acredito realmente na mudança das pessoas sabe? Eu queria q as pessoas me vissem com os msm olhos q eu vejo elas, vendo q as pessoas mudam, mesmo q sla, em um pedaço pequeno de tempo, como foi comigo q demorou menos de 2 dias pra eu conseguir aceitar q tudo acabou e tirar minha amiga da minha cabeça
Outro e último Exemplo: Eu tava pra editar um vídeo de um amigo meu lá q falou pra eu fzr o vídeo ficar engraçado pra ele postar. Eu nunca recusei fzr essas coisas, sempre q meus amigos precisam de algo q eu posso ajudar eu ajudo, só q dessa vez eu realmente tava sem inspiração pra editar, elaborar as piadas do video, tlgd? eu n tenho agora a msm "engraçadez" de um tempo atrás, e eu falei isso pra ele: "Olha, desculpa, eu posso tentar mas eu n to mt com idéia ultimamente pra editar vídeo, eu n to mais conseguindo fzr os ngc engraçado, então se n ficar engraçado de boa?", e tipo, ele falou "N po, de boa, entendo 100% como é, mas vc consegue cara", e tipo, sla, esse amigo meu foi super de boa, mas tenho certeza que se fosse com alguns outros q eu tenho eles iam falar "Caralho, então vc ta falando q n quer editar pra mim? sendo q tu ta ultimamente editando uns videos de memes curtos? (eu tenho um canal no ytb e agr na quarentena eu to postando direto uns vídeos curtos engraçados q eu edito, já q eu n to com cabeça pra editar vídeos longos e elaborados, sabe?) isso pra mim é desculpinha pq n quer editar pra mim" tlgd? e sla mano, isso é idiota de mais kkkkkk pq por mais q eu tente mostrar e fazer eles entenderem q sla, eu n to com cabeça pra editar vídeo msm, elaborar piada ultimamente, eles n entendem velho, e isso é uma bosta pq parece q é de propósito. Se fosse eu no lugar deles eu provavelmente ficaria sla: "Po qq ta acontecendo com vc? quer ajuda? eu ajudo a editar se quiser" ou "Po te entendo perfeitamente, tudo bem, outro dia se tu ficar melhor pode fazer, mas se n quiser sem problemas :3" sabe? Eu queria q as pessoam vissem como eu me sinto por dentro, ou que eu mudei minhas opiniões e jeitos, mas quando eu tento mostrar as vezes nem funciona e sla, o pessoal ignora, queria que vissem q eu realmente mudei, mas n vou forçaempurrar q eu mudei pra eles, eu quero q as pessoas enxerguem q eu realmente mudo a cada dia, mas sla, as pessoas n parecem ver isso
Provavelmente se esses meus amigos vissem q eu postei esse texto aq eles iam falar "iii olha lá, o cara tá fazendo draminha, ta postando no reddit só pra provar q ele mudou, e quem tenta provar as coisas de mais é pq ta com medo de estar errado"
É foda :/
submitted by sonic_star_2 to desabafos [link] [comments]


2019.11.07 03:25 Mustafasustenido Completei 30 anos, virei mago e isso me abalou profundamente

Caros colegas redditors.
Buscarei a melhor forma de contar essa história aqui e farei um TL;DR no fim, mas tentarei não deixá-la massiva.
Então... venho de uma família classe média alta onde o que mais tive foi amor e carinho.
Em minha adolescência viajei bastante pelo mundo com minha família, estudei em uma escola excelente, fiz muitos amigos (alguns hoje são meus irmãos de vida) e posso dizer que foi o melhor período de minha vida.
Porém nunca consegui me relacionar com nenhuma mulher. Terminei o ensino médio sem nunca ter dado um beijo. Só tendo encostado na mão de uma menina 1x e passando por dezenas de rejeições (perdi as contas da quantidade de vezes que me apaixonei e não fui correspondido).
Sei que isso, em partes, se explica pelo fato de eu ter sido o ser humano mais magro (com saúde) que já conheci. Sem entrar em muitos detalhes meu IMC era por volta 13, eu era literalmente só o osso. Mais de 1,80m e menos de 50 kg (muito tempo depois descobri que é simplesmente a genética, mesmo malhando existe uma barreira pra meu peso e cada segundo de sedentarismo me faz emagrecer), exames perfeitos. No fim da adolescência entrei pra academia e consegui um corpo magro normal, porém o estrago na minha autoestima já estava feito (apesar de eu ter convicção que a qualquer momento, naturalmente, as coisas aconteceriam e eu acharia alguma menina pra me relacionar).
Passei em uma das melhores faculdades do país, no curso que eu queria, saí de casa pra morar sozinho e estudar, tinha tudo pra minha vida continuar as mil maravilhas, mas encontrei meu primeiro problema. O local de estudo só tinha homens e, como eu não era muito de sair, me bateu um grande desespero de continuar BV por muito tempo, já que não teria contato com mulheres... Enfim, uma depressão apareceu e fiquei quase 2 anos praticamente na rotina casa-faculdade-casa (além de minha família ter colocado quase uma babá em minha casa, pra que eu pudesse ficar mais relaxado). Foi com sobras o pior período de minha vida, em momentos de crise não conseguia comer praticamente nada, em momentos normais eu tinha que empurrar cada refeição. Voltei pra um estado de muita magreza (IMC 14,5), parei de fazer atividades físicas... minha família percebia pouco porque, além da distância, meu desempenho continuou excelente. Meus amigos de infância estavam em outras cidades e meus amigos da faculdade não pareciam notar nada (até porque já me conheceram nesse estado).
Consegui começar a superar essa situação depois de um grave problema de saúde na família. Entendi que nada do que eu sentia se justificava com tanto sofrimento que eu estava vendo daquele ente querido próximo a partir. Tanto que, depois da sua morte meus pensamentos voltaram a funcionar quase que normalmente (algumas recaídas de vez em quando) e voltei a ter aquela certeza adolescente que a qualquer momento naturalmente eu ia encontrar uma parceira.
Resumindo bastante, terminei a faculdade e comecei a trabalhar numa das maiores empresas do país, em uma cidade média do Brasil. Em pouco tempo eu assumi uma função de gestão e hoje estou quase no topo da carreira. Além disso dou palestras periodicamente para centenas de pessoas e ministro um curso noturno na área em que sou referência. Minha remuneração é o equivalente a 1 carro popular a cada 2 meses.
Ah... não possuo redes sociais
O que vou falar agora pode ficar parecendo querer me "gabar", mas é só pra enaltecer a gravidade da situação e o quanto tudo pesa em mim.
Meu modelo de gestão virou referência na empresa (e no mercado em geral), por criar uma equipe "família" (tenho muita facilidade em analisar perfis de pessoas e criar ambientes de trabalho que funcionam de maneira leve), os funcionários da empresa simplesmente me vangloriam pela forma como eu levo as coisas e resolvo as situações. Um dia desses um antigo auxiliar de serviços gerais (o qual sempre incentivei [verbalmente e financeiramente] a terminar o curso que estava fazendo) que conseguiu vaga de assistente administrativo em outra empresa veio pessoalmente me agradecer (até uma lembrança me deu, que guardo com bastante carinho) por conta dos ensinamentos que passei pra ele, que, segundo o mesmo, "foram de grande importância para o crescimento na carreira dele".
Dou palestra pra centenas de pessoas por mês, pra falar sobre a área que domino e está em ascensão em todo o mundo. As palestras tem sido um sucesso, e a plateia aumenta a cada ciclo. Sempre tive muita facilidade pra falar (e prender a atenção das pessoas) em público.
Minhas aulas noturnas também correm de maneira bastante positiva. Sempre tive prazer em ensinar e ver o aprendizado de cada estudante (principalmente os que mais tem dificuldades) me dá uma sensação de dever cumprido muito grande.
Além disso tudo sou multi-instrumentista. A música é parte de mim e sempre quis compartilhar com o máximo de pessoas possível. Dessa forma, sou um dos fundadores (e professor) de um projeto comunitário com objetivo de transformar a vida das pessoas de uma maneira efetiva.
Dito isso, volto pra o ponto do desabafo do tópico.
Completei 30 anos, sou BV e, obviamente, virgem e isso vem me destruindo a cada dia que passa. Todas as pessoas próximas a mim já tem família, ou pelo menos namoradas sérias/noivas e eu mal encostei na mão de uma mulher.
Analisando friamente (uma das minhas maiores virtudes são as autocríticas) sou um homem nota 7 de rosto (sei que nos achamos mais bonito do que o que somos, mas já descontei uns pontos, risos) e 3 de corpo. (recentemente estava melhor de corpo mas ansiedade que venho sentindo nos últimos meses vem me corroendo, e tenho total consciência que não posso por a desculpa dos meus insucessos integralmente no meu corpo)
Ninguém sabe que sou BV e meus dois amigos mais próximos sabem que sou virgem.
Mensalmente recebo a sugestão de procurar uma prostituta, mas meu EU me diz que isso seria a maior prova que sou incapaz de conseguir um primeiro beijo com uma moça que gostasse de mim de verdade (e nem sei se é recomendado beijar prostitutas, risos).
Meus amigos já tentaram me "armar" com conhecidas em festas, mas nas duas vezes que isso aconteceu notei que as moças não queriam e nem tentei forçar a barra. Acabei saindo das situações muito pior do que antes, sentindo a rejeição na pele mais uma vez. Sabe aquela facilidade pra falar em público? Isso desaparece integralmente em contatos sociais diretos com muitas pessoas do sexo feminino (principalmente em festas, que nunca gostei e hoje em dia mal vou, a não ser as do trabalho ou quando faço parte da banda). Na verdade ir em festas no geral me cansa MUITO, vou uma vez por ano, depois de muita insistência dos amigos, porque sei que vou ficar lá 5-6h com cara de paisagem, sem despertar o interesse de nenhuma mulher random por conta de não conseguir ter a mínima postura e não ter um corpo tão legal pra gerar interesse numa numa festa.
Tenho total convicção que, se eu fosse uma mulher, jamais pegaria um cara inibido como eu num ambiente de festa, eu simplesmente me reduzo a um pedacinho de nada, sei que isso é muito por conta da baixa autoestima devido ao meu corpo e às rejeições femininas que sofri na adolescência.
Minha rotina hoje em dia se resume basicamente a:
Trabalhar de segunda à sexta o dia todo (e noite), tento ler algo pra relaxar;
Sexta à noite (pelo menos a cada 15 dias) saio com meus amigos (e suas esposas) pra um barzinho;
Sábado trabalho mais um pouco, assisto futebol e vou dar aula de música para o pessoal no projeto;
Domingo passo o dia feliz com minha família, à noite vou à missa pra relaxar um pouco o espírito e me preparar para a semana.
Sinto um pouco de tristeza principalmente ao escrever que passo o "domingo feliz" com minha família, com um toque de desdém. Porque realmente tinha tudo pra ser algo perfeito, mas meu EU interno já passa cada minuto, em cada uma dessas atividades, pensando no quanto de vida eu perdi por chegar aos 30 anos sem ter me relacionado com uma mulher e saber que esse tempo não volta atrás nunca.
Saber que jamais vou ter uma namoradinha aos 15 anos, conhecer aos poucos e sem maiores pressões como um relacionamento funciona. Ir de mãos dadas ao shopping, assistir um filme, trocar palavras, olhares... Cada vez que penso nisso parece que uma parte de mim fica pra trás, não consigo exprimir com palavras o vazio que isso me faz sentir.
O estopim para que eu resolvesse desabafar e (com fé em Deus) procurar ajuda profissional foi o seguinte:
A empresa é composta majoritariamente por homens e mulheres de mais idade, mas possui algumas estagiárias e o pessoal sempre me fala na resenha (não sei até que ponto é resenha [na verdade eu sei que não é resenha]) que elas fazem de tudo pra se envolverem comigo (lembra aquela história de que sou bom pra traçar perfis de pessoas e montar equipes? Pois é, quando o assunto é relacionamento com mulheres eu não sei interpretar os sinais mais básicos). Obviamente eu jamais me envolveria com uma estagiária (até mesmo uma ex-estagiária), por razões profissionais, mas já recebi muitos "convites" via Whatsapp, que acabo levando na brincadeira pra não queimar minha reputação.
Enfim, recentemente chegou o ponto que resolvi que meu psicológico era mais importante do que meu medo de "me queimar" e comecei a conversar com uma estagiária (10 anos mais nova e de família humilde[claro que não ligo pra isso, só estou dizendo aqui pra que você me ajudem a interpretar a situação depois]) que já estava terminando o contrato e ia ser efetivada em outra cidade. A iniciativa foi minha (e isso me fez ter ainda mais vontade de que desse certo), mas, mesmo sendo um poste, eu sempre notei a forma que ela me olhava, sorria e nas conversas que tivemos nossas ideias se batiam muito, além de ela me atrair fisicamente e ser bastante inteligente.
Começamos a conversar diariamente via Whatsapp (evitávamos contato pessoal por conta do ambiente da empresa). Pouco antes do contrato dela acabar surgiu o momento e falamos mutuamente do que sentíamos, dos problemas que isso podia trazer pra vida profissional, mas acabamos concordando que valeria a pena tentar algo. Um tempo depois resolvi chamá-la pra sair e ela aceitou, mas veio com uma conversa que não era pra eu criar expectativas e que ela "não era fácil" (com outras palavras mas em resumo era isso). Confesso que achei meio estranho, há pouco tempo havíamos nos aberto um para o outro, mas não entendo nada de mulheres mesmo, então vamos seguir a história.
Tive o primeiro encontro da minha vida (sim, aos 30 anos, repito) levei ela pra jantar em um local que não fosse o mais caro da cidade (pensei que ela se sentiria mais confortável caso pudesse pagar o que havia consumido, se desejasse).
Saí de casa bastante nervoso, mas seguindo à risca tudo que os tutoriais on-line tinham me ensinado. Asseado, perfumado, bem vestido (como se eu já não vivesse assim...) e tentando o máximo possível ser simplesmente eu.
Chegamos ao local (um pouco preocupados que algum conhecido nos visse), mas a coisa fluiu tão naturalmente que, aos poucos o nervosismo foi passando. Aproveitamos o momento "livres" e conversamos sobre muita coisa ao longo de quase 3 horas (sem nenhuma forçação de barra, a coisa realmente acontecia de maneira espontânea), falamos um pouco sobre nossas vidas, nossos anseios, falamos mal das pessoas das mesas vizinhas... isso tudo com intensas trocas de olhares. Chegou um ponto que tomei coragem, segurei na mão dela e, pasmem, ela deixou. Fiquei ali de mãos dadas com ela (foi uma das melhores sensações que já tive na vida), trocando carícias e conversando por mais alguns minutos, quando decidi que era hora de sair e tentar algo.
Como já disse, antes do encontro eu estava muito nervoso, mas depois de todo aquele tempo com ela eu percebi que as coisas realmente iam acontecer de forma bastante natural.
Saí do restaurante abraçado com ela, fomos em direção ao carro (estava num local isolado), fiquei de frente com ela, falei 2 palavras e fui em direção ao meu primeiro beijo.
Ela simplesmente se virou e disse "na-não" (foi mais em forma de ruído de negação, mas achei melhor escrever assim), nesse momento não entendi mais nada (teria interpretado algum sinal de forma errada? Deveria insistir?).
Dei um abraço nela falei algumas palavras, tentei novamente e recebi mais uma rejeição.
Não soube o motivo (até agora não sei), mas preferi não insistir, demos um abraço demorado e levei ela pra casa, conversando sobre outras coisas.
Faz pouco tempo que isso aconteceu e ainda trocamos algumas palavras via Whatsapp. O que me deixa tranquilo é que eu pelo menos tirei a bunda da cadeira e tentei. Mas a frustração de mais uma rejeição é algo incomensurável pra mim. Não sei quando terei contato com outra mulher a esse ponto (estatisticamente eu tenho contato, com chances de dar algo, com uma mulher a cada 2 anos, e, é claro, nunca deu certo)
Com relação a esse encontro (eu queria até a opinião dos colegas redditores) eu trabalho com 3 hipóteses:
1 - Ela quer algo, mas não quis se mostrar fácil/interesseira (como as outras estagiárias que mandam mensagens diretas pra mim por Whatsapp) e está esperando outro convite meu para que possamos sair novamente e finalmente ocorra algo;
2 - Ela não quer mais nada por conta de uma das milhares de coisas que podem estar se passando na mente dela;
3 - Isso foi a prova de que meu corpo possui alguma substância não identificada, incolor, inodora e insípida, que cria uma barreira contra mulheres.
Não sei se vale a pena insistir, estou tão frustrado que não consigo ter forças pra um contato mais direto (apesar de sentir muita falta das conversas com ela);
Pra finalizar, meu desespero hoje é tão grande que penso até em fazer uma rede social (coisa que nunca tive) só pra me "amostrar" (algo que é totalmente contra meu perfil). Mostrar meus carros, minha casa na praia, minhas viagens semanais, meus momentos com os amigos, sei lá, qualquer coisa que pudesse gerar alguma curiosidade sobre mim para as mulheres.Mas aí me olho no espelho e percebo que quando chegar a esse ponto eu realmente não estarei mais sendo eu e algo de muito errado (além do que já está se passando) estará acontecendo.
TL;DR: Homem, 30 anos, família perfeita, muitos amigos (alguns verdadeiros irmãos), trabalho dos sonhos, ótima situação financeira, porém BV e virgem.
Fazendo um resumo desde a adolescência:
Comecei a aprender sobre música achando que com isso um relacionamento viria naturalmente (ao menos a música virou uma paixão real em minha vida);
Comecei a fazer academia achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
Comecei a cursar um dos cursos mais concorridos do Brasil achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
Comecei a trabalhar e hoje ganho mais do que 99% da população brasileira achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
E não veio. Hoje não sei mais o que buscar ou a quem recorrer... A ansiedade (ou seria depressão?) está chegando a tal ponto que me vejo totalmente refém de alguns pensamentos que me atrasam bastante. Eu não consigo, por exemplo, passar mais de 15 dias (ou ir pra um lugar distante) longe da minha família/amigos próximos. Começa a bater um desespero (tipo os que eu sentia na depressão quando tinha 20 anos) e começo a pensar que eu poderia estar ali com uma companheira, aproveitando cada segundo. Já desisti de diversas viagens para fora do Brasil por conta disso. Coisa que fazia naturalmente na adolescência.
Sinto que a cada dia a bolha vai aumentando, a ponto de começar a atrapalhar nos meus trabalhos e vida pessoal, viagens a trabalho para fora do estado estão se tornando um sofrimento (as consequências de todos meus medos recaem sobre meu sistema digestivo), acordo à noite desesperado com medo do dia de amanhã, comecei a procrastinar algumas coisas e perder o tesão em diversas situações de prazer do dia a dia (não consigo mais jogar videogame por achar que isso me torna ainda mais virgem e inútil. A própria masturbação se tornou um momento de tristeza. Tocar piano, violino, violão, etc sozinho muitas vezes só me traz dor).
Cada elogio que recebo na empresa, palestras, aulas, crianças no projeto de música, família, amigos, parece aumentar o vazio que sinto.
Gostaria de simplesmente arrumar uma companheira e viver a vida a dois, viajar, compartilhar momentos, beijar, quem sabe, caso a coisa desse certo, ter filhos, criar uma família...

De qualquer forma, me sinto um pouco mais leve por ter passado 2 horas escrevendo e tendo exprimido todos esses sentimentos pela primeira vez (pra o lado de fora de minha cabeça).
Estou pensando em procurar um psicólogo (creio que já devia ter feito isso desde a minha primeira depressão lá nos 20 anos). Como garantir que eu, sendo uma figura conhecida na cidade não terei todas as minhas histórias íntimas divulgadas (sei que psicólogo é uma profissão muito séria, peço até desculpas de antemão caso essa pergunta ofenda alguém, mas uma pessoa má intencionada poderia destruir toda minha reputação externalizando minha intimidade). Na verdade a pergunta é "como escolher um psicólogo?". Caso não dê certo é normal trocar de psicólogo?
Obrigado a todos pela atenção.
submitted by Mustafasustenido to desabafos [link] [comments]


Como Conversar com uma menina no whatsapp da forma correta ... Como Conquistar uma Menina no Whatsapp Como conversar com uma mulher no Facebook (2) Como Conversar com uma Menina pelo Whatsapp JOGO DO TEXTO - Como Conversar pelo whatsapp Como conversar com uma menina pelo facebook [exemplo] Como conversar com uma menina no Whats COMO CONQUISTAR UMA MENINA NO WhatsApp 2017 - YouTube Como iniciar uma conversa no Whatsapp #PDH54 - YouTube Mensagens para Iniciar Conversa no WhatsApp com uma Menina ...

Aprenda como conversar com uma mina no WhatsApp

  1. Como Conversar com uma menina no whatsapp da forma correta ...
  2. Como Conquistar uma Menina no Whatsapp
  3. Como conversar com uma mulher no Facebook (2)
  4. Como Conversar com uma Menina pelo Whatsapp
  5. JOGO DO TEXTO - Como Conversar pelo whatsapp
  6. Como conversar com uma menina pelo facebook [exemplo]
  7. Como conversar com uma menina no Whats
  8. COMO CONQUISTAR UMA MENINA NO WhatsApp 2017 - YouTube
  9. Como iniciar uma conversa no Whatsapp #PDH54 - YouTube
  10. Mensagens para Iniciar Conversa no WhatsApp com uma Menina ...

Inscreva-se. ↗ Tá valendo em 2020 😂 Meta de 70 mil Inscritos.. ⏪ Meta de 120 mil Like... deixa seu Like. deixa seu comentário. Errando que-se apren... Como conversar com uma menina pelo facebook [exemplo] Cúpula Entretenimento. ... 💕COMO CONQUISTAR UMA MENINA NO WhatsApp 2017 ... Como Conversar com uma Mulher pelo Facebook - Conquistar no ... Veja o Vídeo Completo - http://bit.ly/formulaalpha2016 Como Conquistar uma Menina no Whatsapp. Saber conversar no WhatsApp é algo que você pode dominar e eu vou te ensinar nesse vídeo tudo que você precisa saber sobre como iniciar uma conversa no Whats... Coloque SAL nos RALOS da CASA! O que ACONTECERÁ é INCRÍVEL♥ Vanessa Araújo - Duration: 8:53. Vanessa Araújo Recommended for you Exemplo de como ter a boa conversa com uma menina/mulher no facebook. - - - APRENDA TUDO SOBRE CONVERSAR NO WHATSAPP - - - http://www.homemderespeito.com/site.html como iniciar conversa no whats, começar conversa pelo whats app... Como Conversar no whatsapp com uma menina? O Jogo do texto é a solução que você procura, acesse agora mesmo no link acima e transforme o seu celular com mensagens de texto para atrair as mulheres. Veja o Vídeo Completo - http://www.homemderespeito.com.br/video1.html Aprenda a conversar com uma menina no whatsapp usando mensagens de texto com o seu celu... Acesse Agora - http://homemderespeito.com/ Conversar com uma menina no whatsapp é a melhor forma de marcar encontros usando o jogo do texto 3 que o elias cri...